VOVÔ NEANDERTAL

A DESCOBERTA DO NEANDERTAL
Em 1856, três anos antes de Darwin publicar “A Origem das Espécies”, o pessoal de uma pedreira que trabalhava perto de Dusseldorf, na Alemanha, região de Neander, encontrou um estranho esqueleto, parecido com esse mostrado ao lado. Levaram alguns pedaços a um professor de escola do local chamado Johann Fuhrott que teve o bom senso de procurar a opinião de um especialista. Esse entendido atestou serem restos de alguém que vivera há milhares de anos. Logo depois, o geólogo inglês William King anunciou que o fóssil devia pertencer a uma espécie antiga e extinta que chamou de “homem de Neandertal”, em alusão ao local do achado. A reação inicial da comunidade científica, como costuma acontecer nesses casos, foi desfavorável. Os sábios da época preferiam acreditar que se tratava de algum humano que vivera há milhares de anos. O formato esquisito do esqueleto, segundo eles, seria devido a alguma deformidade de nascença ou adquirida durante a vida. Só que, nos anos seguintes, foram achados muitos outros fósseis semelhantes na Europa e no Oriente e ficou evidente que esses fósseis pertenciam a uma espécie de hominídeo distinto da espécie humana. A ela deram o nome de “homo sapiens neandertalensis” para distinguir do “homo sapiens sapiens“, que somos nós. (searadaciencia)

About superneandertal

Irmão mais velho do neandertal, mais novo do homo-sensibilis.
This entry was posted in Uncategorized and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s