O Estopim da Humanidade

O Homo habilis é a mais antigo espécie do gênero Homo. Existiu há aproximadamente ente 2,2 e 1,6 milhões de anos na África Oriental e foi contemporâneo dos Paranthropus boisei e rubustus.
As sua primeira evidências fósseis, um crânio, foram encontradas em 1972, em Koobi Fora nas margens do Lago Turkana, Kénia, com idade estimada de 1,8 milhões de anos.
O cérebro do Homo habilis apresenta uma capacidade craniana entre os 700 e 800 cm3, ou seja cerca de 30% maior do que os Australopitecus.
O crânio apresenta um maior prognatismo (a amplitude da projeção da face para fora da caixa craniana), a proeminência da crista da nuca, e redução do tamanho das órbitas. Desaparecimento da crista sagital.
O dimorfismo sexual é menor que no Australopitecos, ainda expressa uma significativa diferença de tamanho entre o macho e a fêmea. O macho habilis teria cerca de 1,30 metros e o peso de 37 Kg, e a fêmea 1,20 metros e 32 Kg.
O Homo habilis conhecido nos meios científicos como “handy man” (“faz tudo”) é qualificado como humano quase exclusivamente pela semelhança da anatomia do seu esqueleto com o nosso.

Muito pouco é conhecido do seu modo de vida ou capacidades mentais, ainda que tenha usado ferramentas de pedra conhecidas como Indústrias de Ferramentas Oldowan.
Fabricou toscos machados de mão e lascas de pedras para corte. A linha de fractura das pedras cria um plano de corte sobre a face capaz de retalhar completamente grandes animais.
A comida não estava facilmente disponível para o habilis que foi contemporâneo do boisei na África Oriental.
Não podia comer os mesmos vegetais que o boisei, dado em virtude da sua evolução as mandíbulas e dentes serem muito mais pequenos. Os grandes molares mastigadores, processadores de alimentos fibrosos rijos, reduzem de tamanho dando lugar ao desenvolvimento dos caninos e incisivos o que lhes passou a proporcionar uma dieta onívora.
Como a carne é rica em calorias e nutrientes, perdeu a necessidade de ter um grande intestino como os primeiros hominídeos tinham, e esta energia passou a ser utilizada por outros órgãos, em particular o cérebro que devido a ela acelerou o seu desenvolvimento.
Devido aos seus dentes serem pequenos, o Homo habilis, quando comia auxiliava-se das mãos, especialmente se fosse carne.
O habilis tinha uma maior agilidade que os Australopitecos e para maior protecção contra os predadores moviam-se em grandes grupos.
A “Hipótese de Caça”. Segundo os antropólogos actividade da caça foi a pedra chave da evolução do humano primitivo, por lhe ter permitido selecionar certos tipos de inteligência como, a coordenação, a agressividade e a imaginação.
Foi o Homo habilis um caçador de caça grossa e um competidor com sucesso contra os grandes predadores de África , leão, leopardo, hiena? Ou foi esta espécie uma oportunista caçadora de pequenos animais ou ainda um necrófago?
As presentes evidências não dão resposta à questão, mas o papel de necrófago parece ser o mais consentâneo.

About superneandertal

Irmão mais velho do neandertal, mais novo do homo-sensibilis.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s